SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue3Glasgow Coma Scale and quality of life after traumatic brain injuryNursing staff absences in the emergency room of a university hospital author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Paulista de Enfermagem

Print version ISSN 0103-2100

Abstract

MARANHAO, Thatiana Araújo; GOMES, Keila Rejane Oliveira  and  OLIVEIRA, Delvianne Costa de. Relações conjugais e familiares de adolescentes após o término da gestação. Acta paul. enferm. [online]. 2012, vol.25, n.3, pp. 371-377. ISSN 0103-2100.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002012000300009.

OBJETIVO: Analisar as percepções de mães adolescentes a respeito das relações familiares e conjugais desenvolvidas, após o término da gestação. MÉTODOS: Estudo transversal com 202 adolescentes, 3 meses após internação em uma das quatro maternidades de Teresina-PI, incluídas no estudo. RESULTADOS: A maioria das adolescentes entrevistadas percebeu mudanças positivas nas relações familiares (60,4%) e conjugais (50,5%), após o término da gestação. Observou-se associação estatística entre o desejo do pai pelo recém-nascido e a predisposição para cuidá-lo (p<0,01) e entre as modificações nas relações conjugais e o apoio paterno durante os cuidados do filho (p<0,01). CONCLUSÕES: Embora o estudo tenha mostrado relacionamentos predominantemente favoráveis entre as jovens e sua família e com o cônjuge após a gestação, espera-se que tais resultados norteiem os profissionais de saúde para que possam estimular o aumento do vínculo entre a mãe adolescente e as pessoas de seu convívio durante e após a gestação.

Keywords : Adolescente; Mães; Relações familiares; Conflito familiar.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese