SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número3Úlcera venosa y terapia compresiva para enfermeros: desarrollo de un curso onlineFactores de riesgo para el trauma vascular durante la quimioterapia antineoplásica: contribuciones del empleo del riesgo relativo índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Acta Paulista de Enfermagem

versión On-line ISSN 1982-0194

Resumen

GRANERO-MOLINA, José et al. Seminário clínico como metodologia de aprendizagem: avaliação fundamentada nas opiniões de estudantes de enfermagem. Acta paul. enferm. [online]. 2012, vol.25, n.3, pp.441-447. ISSN 1982-0194.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002012000300019.

OBJETIVO: Avaliar a importância que os alunos atribuem ao seminário clínico como método de ensino complementar às práticas clínicas em estágio. MÉTODO: Estudo qualitativo baseado na fenomenologia hermenêutica de Gadamer. Foram realizadas 23 entrevistas abertas entre um universo de 132 alunos do primeiro ano da licenciatura de enfermagem, que assistiram a um seminário clínico, durante o seu primeiro ensino clínico/estágio. Foi realizada uma análise qualitativa dos dados através do software ATLAS.ti. RESULTADOS: Os entrevistados coincidiram na opinião de que o seminário lhes deu oportunidades de aprendizagem sobre procedimentos, cuidados de enfermagem e relações interpessoais. Referiram também que o mesmo foi útil para lidar com situações estressantes e relacionar os conteúdos teóricos com a prática. CONCLUSÕES: Este tipo de seminários pode contribuir para a redução dos níveis de estresse durante a prática clínica, para a aquisição e partilha de aprendizagens significativas em grupo e para colmatar lacunas teórico-práticas.

Palabras clave : Estágio clínico; Estudantes de enfermagem; Aprendizagem baseada em problemas.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons