SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue49Right to information and right to privacy: the impasse over access to archives of the Brazilian military dictatorshipThe coup of 1964 and the establishment of civil-military dictatorship in Pará: supports and resistances author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Estudos Históricos (Rio de Janeiro)

Print version ISSN 0103-2186

Abstract

MATTOS, Marco Aurélio Vanucchi Leme de. Contra as reformas e o comunismo: a atuação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no governo Goulart. Estud. hist. (Rio J.) [online]. 2012, vol.25, n.49, pp. 149-168. ISSN 0103-2186.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21862012000100010.

O presente artigo examina o combate travado pela OAB, por meio de sua instância diretiva máxima, o Conselho Federal, contra o governo Goulart. A atuação oposicionista da OAB deve ser compreendida no quadro da mobilização civil que colocou em marcha uma campanha de desestabilização do governo federal. Deposto Goulart, a OAB, como instituição, e os conselheiros federais, individualmente, colaboraram ativamente com a ditadura militar nos seus primeiros anos. Propõe-se que o oposicionismo da OAB ao governo Goulart derivasse de quatro fatores: os interesses socioeconômicos dos conselheiros federais; seus vínculos político-partidários; a cultura política dominante no Conselho Federal; questões corporativo-institucionais.

Keywords : OAB; governo Goulart; golpe de 1964; advogados.

        · abstract in English | French     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese