SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número59Trabalhadores negros e o "paradigma da ausência": contribuições à História Social do Trabalho no Brasil"Todas as liberdades são irmãs": os caixeiros e as lutas dos trabalhadores por direitos entre o império e a república índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Históricos (Rio de Janeiro)

versão impressa ISSN 0103-2186versão On-line ISSN 2178-1494

Resumo

ROSEMBERG, Andre. A pena como arma: trabalho, intimidade e rotina nas cartas dos policiais paulistas (1870-1915). Estud. hist. (Rio J.) [online]. 2016, vol.29, n.59, pp.627-646. ISSN 2178-1494.  https://doi.org/10.1590/s2178-14942016000300004.

Por meio da análise das cartas escritas por policiais, pretendemos desvelar facetas pouco iluminadas da polícia de São Paulo no contexto histórico da virada do século XIX para o XX. Nas linhas desse instrumento tão pessoal, como são as cartas, vislumbram-se fragmentos da intimidade dos policiais, a presença da família, a porosidade entre os "mundos" civil e institucional. Desvelam-se na correspondência epistolar, pouco frequente numa estrutura burocrática, as estratégias desses trabalhadores na sua relação cotidiana com a instituição - o manejo pela sobrevivência num universo de pobreza e de iniquidades hierárquicas; enfim, as coxias do trabalho e da rotina policial.

Palavras-chave : polícia; mundo do trabalho; história da polícia.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )