SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número13O liberalismo e a definição bobbiana de democracia: elementos para uma análise críticaOligarquia, democracia e representação no pensamento de Michels índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência Política

versão impressa ISSN 0103-3352

Resumo

MENDONCA, Daniel de  e  VIEIRA JUNIOR, Roberto. Rancière e Laclau: democracia além do consenso e da ordem. Rev. Bras. Ciênc. Polít. [online]. 2014, n.13, pp.107-136. ISSN 0103-3352.  https://doi.org/10.1590/S0103-33522014000100005.

O presente texto apresenta uma leitura crítica sobre a democracia liberal a partir das teorias pós-estruturalistas propostas por Jacques Rancière e Ernesto Laclau. Parte-se da discussão sobre o conformismo com relação à democracia representativa liberal e da sua resistência em considerar a vontade popular em detrimento do estrito respeito à lei. Para ambos os autores, democracia não é um regime político com instituições definidas, mas, pelo contrário, é justamente um princípio de valorização da vontade do demos. Nesse sentido, a democracia reside no momento em que as próprias instituições são postas em xeque a partir da construção de vontades coletivas, de discursos antagônicos que promovem o dissenso ou o deslocamento estrutural, segundo as visões, respectivamente, de Rancière e de Laclau.

Palavras-chave : democracia; dissenso; deslocamento; Rancière; Laclau.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons