SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número24Os ciclos do presidencialismo de coalizão e seus determinantes político-econômicos,Republicanismo neorromano e liberalismo: para além das proximidades declaradas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência Política

versão impressa ISSN 0103-3352versão On-line ISSN 2178-4884

Resumo

GALLO, Carlos Artur. O Brasil entre a memória, o esquecimento e a (in)justiça: uma análise do julgamento da ADPF nº 153 pelo Supremo Tribunal Federal. Rev. Bras. Ciênc. Polít. [online]. 2017, n.24, pp.81-114. ISSN 2178-4884.  https://doi.org/10.1590/0103-335220172403.

Em abril de 2010, o Supremo Tribunal Federal (STF) levou a julgamento a Arguição por Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) nº 153. Proposta em outubro de 2008 pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a ADPF nº 153 questionava a interpretação corrente da Lei de Anistia (Lei nº 6.683/1979), segundo a qual os envolvidos nos crimes cometidos pelo aparato repressivo teriam sido automaticamente anistiados pela norma editada durante o processo de transição à democracia. Este estudo analisa o impacto que o processo de transição à democracia brasileiro teve no novo cenário político iniciado com o fim da ditadura, verificando as conexões entre o posicionamento emitido pela mais alta instância do Judiciário no país e a forma como se deu a transição da ditadura para a democracia.

Palavras-chave : ADPF nº 153; ditadura civil-militar no Brasil; legados autoritários; Poder Judiciário.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )