SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número24O Brasil entre a memória, o esquecimento e a (in)justiça: uma análise do julgamento da ADPF nº 153 pelo Supremo Tribunal FederalAnálise da atuação da Câmara Legislativa do Distrito Federal na Era da Informação índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência Política

versão impressa ISSN 0103-3352versão On-line ISSN 2178-4884

Resumo

FALCAO, Luís. Republicanismo neorromano e liberalismo: para além das proximidades declaradas. Rev. Bras. Ciênc. Polít. [online]. 2017, n.24, pp.115-158. ISSN 2178-4884.  https://doi.org/10.1590/0103-335220172404.

O artigo detém-se nos argumentos do republicanismo neorromano a fim de explicitar proximidades com o liberalismo maiores que os próprios neorromanos estão dispostos a reconhecer. Para isso, centra-se nas obras de Pettit. Metodologicamente, além da premência da análise textual, mostra a transformação temporal das teorias republicanas. Argumenta-se que as proximidades com Berlin fixam-se em termos de seu reconhecimento das relações humanas, produzindo, assim, a necessidade de uma teoria da justiça contrária à autocracia, com a qual se estabelece o diálogo com Rawls. Em seguida, contrasta-se brevemente a utilização por Pettit de suas fontes históricas com a declarada referência a Pocock da identificação da tradição republicana e, com isso, mostram-se pontos de inconsistência interna que o aproximam de importantes interpretações do liberalismo. O artigo conclui que não é necessário definir como republicana a teoria de Pettit para que permaneça válida.

Palavras-chave : republicanismo neorromano; liberalismo; liberdade; não dominação; antimonarquismo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )