SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número30Economia, política e democracia: as sabatinas no Senado Federal dos indicados ao Banco Central nos governos FHC e LulaFronteiras de Estados emergentes: migração, cidadania pós-nacional e trabalhadores latino-americanos no Brasil, índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência Política

versão impressa ISSN 0103-3352versão On-line ISSN 2178-4884

Resumo

TRINDADE, Gleyton  e  GUIMARAES, Juarez. Sobre alguns dilemas da teoria neorrepublicana da liberdade. Rev. Bras. Ciênc. Polít. [online]. 2019, n.30, pp.47-76.  Epub 10-Fev-2020. ISSN 2178-4884.  https://doi.org/10.1590/0103-335220193002.

Neste artigo destacamos duas das críticas liberais feitas a teoria da liberdade neorrepublicana de Skinner e Pettit. Pretendemos sustentar que, embora estes autores tenham contribuído decisivamente ao procurar atribuir estatuto próprio à liberdade republicana, ainda resta insuficiente a análise de elementos que podem tornar a concepção republicana de liberdade mais claramente alternativa à liberal. Faltaria uma análise da liberdade republicana associada à uma “gramática” republicana, no sentido de que pensariam a liberdade desarticulada de uma linguagem de direitos e deveres que configuram ás relações entre público e privado a partir da lógica do próprio lugar do “político”. Além disto, seria bastante problemático o recurso de tomar certas virtudes e ideais da vida pública de maneira puramente instrumental, sem reconhecer que certos valores têm importância intrínseca à liberdade republicana. Retomar estas questões seriam fundamentais para repensar o próprio sentido da liberdade republicana.

Palavras-chave : Republicanismo; Liberalismo; Liberdade; Política.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )