SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número32O Jovem Feminismo em Madri: um debate sobre a questão (inter)geracionalO arco-íris atravessando frestas: a ascensão dos debates sobre direitos LGBT na ONU índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciência Política

versão impressa ISSN 0103-3352versão On-line ISSN 2178-4884

Resumo

FURLIN, Neiva. A relação entre Estado e sociedade no processo de institucionalização das políticas de gênero no Brasil e Chile. Rev. Bras. Ciênc. Polít. [online]. 2020, n.32, pp.169-206.  Epub 21-Ago-2020. ISSN 2178-4884.  http://dx.doi.org/10.1590/0103-335220203205.

O presente trabalho pretende evidenciar e analisar a relação dos movimentos e organizações da sociedade civil com o Estado, após a ditadura, acerca do processo de institucionalização das políticas com perspectiva de gênero no Brasil e no Chile. Trata-se de um estudo qualitativo, com base na metodologia interpretativa e comparativa, cujos dados foram levantados por meio de pesquisa bibliográfica, documental e de entrevistas semiestruturadas com ex-ministras dos governos de Michelle Bachelet e de Dilma Rousseff e com representantes de ONGs feministas. Os resultados da pesquisa apontam especificidades entre Brasil e Chile na relação Estado e sociedade que, em parte, resultaram da forma como esses países conduziram o seu processo de redemocratização. Também é possível constatar que o legado do envolvimento de mulheres feministas na elaboração e implementação de uma infinidade de políticas para a igualdade de gênero faz emergir novas formas de resistência no atual cenário de virada conservadora e autoritária.

Palavras-chave : Sociedade civil; Estado; Perspectiva de gênero; Políticas públicas.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )