SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número52Os jovens "sem religião": ventos secularizantes, "espírito de época" e novos sincretismos. Notas preliminaresA paz e as religiões índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Avançados

versão impressa ISSN 0103-4014versão On-line ISSN 1806-9592

Resumo

CRUZ, Eduardo R.. A propósito de um texto de Habermas: a herança brasileira de um dilema da civilização ocidental. Estud. av. [online]. 2004, vol.18, n.52, pp.331-340. ISSN 0103-4014.  https://doi.org/10.1590/S0103-40142004000300021.

HABERMAS, em um texto recente sobre os acontecimentos de 2001, colocou novamente em questão as relações entre fé e saber na modernidade. A visão moderna que a religião deve ser excluída da esfera pública encontra resistências, que sugerem um outro cenário para um mundo pós-secular. Habermas fala do diálogo entre os dois "pilares do tempo" (Gould) apenas para o plano moral, mas o argumento do presente trabalho destaca as razões para se valorizar o aspecto cognitivo da religião. Estudos recentes, principalmente no âmbito das ciências cognitivas, revelam a origem natural comum da ciência e da religião. No âmbito da história e da filosofia, sugerem-se hoje outros elementos comuns para a "fé" e o "saber". No caso brasileiro, enfatiza-se a necessidade de um esforço comum em face de ameaças como o criacionismo, e em prol de uma educação que desenvolva a cidadania e o conhecimento são.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons