SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número64Figurações do "mal" e do "maligno" no Grande sertão: veredas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Avançados

versão impressa ISSN 0103-4014versão On-line ISSN 1806-9592

Resumo

MONTEIRO, Pedro Meira. Oui, mais il faut parier: fidelidade e dúvida no Memorial de Aires. Estud. av. [online]. 2008, vol.22, n.64, pp.291-324. ISSN 0103-4014.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142008000300018.

O artigo investiga o papel desempenhado pelo Fidelio de Beethoven no Memorial de Aires de Machado de Assis. Nesse romance extraordinário, o conselheiro Aires evita condenar uma mulher que, entretanto, o seu enganoso diário terminará pondo sob suspeita. Na ópera, Leonora nada esconde, porque abaixo de sua máscara não há nada senão sua lealdade ao marido aprisionado. Machado de Assis, contudo, inicia sua trama num cemitério, onde o marido agora é morto. A importante questão que daí resta é: o que fazer se a fidelidade se refere a um objeto que, seja ele o amado, seja o referente literário, não existe mais?

Palavras-chave : Machado de Assis; Beethoven; Suspeita; Ópera; Literatura e moral; Referencialidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons