SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue74Reflections on the paradigm of Ecological Economics for Environmental ManagementEnvironmental policy, municipalities and intergovernmental cooperation in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Estudos Avançados

Print version ISSN 0103-4014

Abstract

CECHIN, Andrei  and  PACINI, Henrique. Economia verde: por que o otimismo deve ser aliado ao ceticismo da razão. Estud. av. [online]. 2012, vol.26, n.74, pp. 121-136. ISSN 0103-4014.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142012000100009.

A iniciativa da economia verde carrega consigo o otimismo da vontade de que a economia pode e deve ser impulsionada por investimentos em atividades limpas em contraposição à extração de recursos naturais e à indústria poluente. No entanto, existem limites à ênfase que se coloca nos aumentos de eficiência e na substituição entre setores de uma economia. Para ser verde de fato, a redução no impacto ambiental por unidade do PIB deve ser maior do que o aumento do PIB num período. Mesmo que evidências recentes mostrem que alguns países já passaram do pico no uso de materiais e energia, globalmente a extração de recursos naturais e a emissão de CO2 só tem aumentado. Uma provável causa é porque países ricos têm terceirizado as atividades poluentes para países mais pobres. É hora de trazer o ceticismo da razão para o debate e discutir seriamente o decrescimento, não do PIB ou das oportunidades de desenvolvimento humano, mas da extração de recursos e da emissão de carbono globais.

Keywords : Economia verde; Curva de Kuznets Ambiental; Desmaterialização; Decrescimento.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese