SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número75Novo-desenvolvimentismo, crescimento econômico e regimes de política macroeconômica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Avançados

versão impressa ISSN 0103-4014

Resumo

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. A taxa de câmbio no centro da teoria do desenvolvimento. Estud. av. [online]. 2012, vol.26, n.75, pp.7-28. ISSN 0103-4014.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142012000200002.

Este artigo apresenta as principais ideias da macroeconomia estruturalista do desenvolvimento - a teoria por trás de novo-desenvolvimentismo. Seu foco é a taxa de câmbio que é pela primeira vez colocada no centro da economia do desenvolvimento. A teoria econômica geralmente vê a taxa de câmbio como um problema de curto prazo a ser discutido na macroeconomia. A macroeconomia estruturalista do desenvolvimento mostra que há, nos países em desenvolvimento, a tendência à sobreapreciação cíclica da taxa de câmbio causada pela falta de neutralização da doença holandesa e por entradas de capital excessivas. Em consequência, considera a taxa de câmbio cronicamente sobreapreciada e, por isso, um grande obstáculo ao crescimento econômico. No processo de desenvolvimento, a taxa de câmbio tem a função de um interruptor de luz que conecta ou desconecta as empresas nacionais que utilizam a tecnologia no estado da arte mundial dos mercados mundiais.

Palavras-chave : Taxa de câmbio; Macroeconomia do desenvolvimento; Novo-desenvolvimentismo; Doença holandesa; Poupança externa.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons