SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número89Saída para a crise tem mão dupla índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Avançados

versão impressa ISSN 0103-4014versão On-line ISSN 1806-9592

Resumo

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. Como sair do regime liberal de política econômica e da quase-estagnação desde 1990. Estud. av. [online]. 2017, vol.31, n.89, pp.7-22. ISSN 0103-4014.  http://dx.doi.org/10.1590/s0103-40142017.31890002.

O Brasil cresceu de maneira extraordinária entre 1930 e 1980 sob um regime desenvolvimentista de política econômica; está quase-estagnado desde 1990 sobe um regime liberal. Lula nada fez para mudá-lo; Dilma Rousseff tentou, em 2011, mas logo bateu em retirada. O liberalismo financeiro-rentista é incompatível com o crescimento, porque mantém juros elevadíssimos e câmbio apreciado no longo prazo, que inviabilizam a poupança pública e o investimento privado. Para sair da quase-estagnação, cinco pontos de um regime desenvolvimentista: regra fiscal responsável, juros moderados, câmbio competitivo, acordo social, impostos progressivos.

Palavras-chave : Regime desenvolvimentista de política econômica; Regime liberal; Quase-estagnação; Juros; Taxa de câmbio.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )