SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número89Trabalho, cotidiano e arte: uma síntese embasada na Estética de Georg LukácsA representação do negro em dois manifestos do cinema brasileiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Estudos Avançados

versão impressa ISSN 0103-4014versão On-line ISSN 1806-9592

Resumo

CASTRO, Érica Gonçalves de. O romance possível - ensaísmo e narração em O homem sem qualidades, de Robert Musil. Estud. av. [online]. 2017, vol.31, n.89, pp.361-376. ISSN 0103-4014.  http://dx.doi.org/10.1590/s0103-40142017.31890026.

O presente artigo aborda o romance O homem sem qualidades, de Robert Musil, como uma obra que adota pontualmente o princípio fundamental da literatura: a ampliação das possibilidades, a partir da representação de uma experiência real de vida. Ao focalizarmos alguns dos aspectos centrais da composição do romance - o ensaísmo, a representação da realidade como ficção, o enredamento entre a forma narrativa e a reflexão sobre suas possibilidades - procuramos mostrar de que modo Musil procurou tornar a forma romanesca receptiva para novos conteúdos. Seu propósito era de escrever um romance condizente com as condições históricas de seu tempo e que também acenasse com uma nova forma de vida, na qual as instâncias do intelecto e do sentimento, ou da ciência e da arte, fossem complementares e não antagônicas.

Palavras-chave : Robert Musil; Romance moderno; Ensaísmo; Forma literária; Literatura austríaca.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )