SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue49Living and working in occupied territory: Palestine and her peopleThe divine State: Alberto Torres and the national construction author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Caderno CRH

Print version ISSN 0103-4979

Abstract

SHELLEY, Louise. A trindade não santa: deliqüência transnacional, corrupção e terrorismo. Cad. CRH [online]. 2007, vol.20, n.49, pp. 151-159. ISSN 0103-4979.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-49792007000100012.

Os tradicionais grupos de delinqüência transnacional e seus homólogos mais recentemente formados possuem relações bastante diferentes com o Estado e com o terrorismo. Em países formados há muito tempo,os grupos delitivos de maior antigüidade têm se desenvolvido junto aos órgãos estatais e dependem das estruturas institucionais e financeiras existentes para movimentar seus produtos e investir seus ganhos. Estes grupos também requerem comunidades estáveis e com freqüência tentam com elas contribuir, ao tempo que repudiam qualquer contato com grupos terroristas.Os grupos mais recentes de delinqüência transnacional, freqüentemente, têm sua origem em situações pós-conflito, onde ainda pode haver um estado de caos, são os atores que dominam a economia clandestina. Estes novos grupos geram alianças com organizações terroristas porque nenhum dos dois possui estratégias financeiras nem horizontes políticos a longo prazo. A vinculação desestabilizadora entre o delito transnacional e o terrorismo tem resultado tão difícil de atacar porque os planejadores das políticas continuam considerando o delito em termos dos paradigmas tradicionais.

Keywords : delinqüência; transnacional; corrupção; terrorismo.

        · abstract in English | French     · text in Spanish     · pdf in Spanish