SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue50Living with death: the processing of dying in the modern societyThe roots and the "Cordial Man's" future according to Sérgio Buarque de Holanda author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Caderno CRH

Print version ISSN 0103-4979

Abstract

MENEZES NETO, Antonio Julio. A Igreja Católica e os Movimentos Sociais do Campo: a Teologia da Libertação e o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra. Cad. CRH [online]. 2007, vol.20, n.50, pp. 331-341. ISSN 0103-4979.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-49792007000200010.

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) do Brasil tem origem vinculada às ações das Igrejas, principalmente da Igreja Católica, em sua vertente denominada Teologia da Libertação. Esse movimento teológico sempre esteve muito próximo das análises sociais socialistas, utilizando, muitas vezes, um referencial marxista. As relações da Igreja Católica com os movimentos sociais do campo foram muito presentes no Brasil, e este trabalho apresenta as relações sociais, políticas e teológicas presentes no MST, já que, desde as primeiras ocupações de terra realizadas por componentes do Movimento, a presença da Igreja Católica é constante. Assim, com foco na relação entre Igreja e MST, este artigo analisa como as mudanças políticas, com a crise do socialismo e o avanço do conservadorismo, impactam as ações do Movimento dos Sem Terra.

Keywords : Teologia da Libertação; MST; Igreja Católica; movimentos sociais; socialismo.

        · abstract in English | French     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese