SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue53Transnational networks of social movements in Latin America and the challenge of a new territorial construction socialState interventionism and development policies in Latin America author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Caderno CRH

Print version ISSN 0103-4979

Abstract

MILANI, Carlos R. S.. Ecologia política, movimentos ambientalistas e contestação transnacional na América Latina. Cad. CRH [online]. 2008, vol.21, n.53, pp. 287-301. ISSN 0103-4979.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-49792008000200007.

Os anos pós-Guerra Fria possibilitam uma renovação do debate latino-americano sobre as tensões entre meio ambiente, ética e política internacional. Defensores da idéia de que as relações internacionais emergem exclusivamente da interação entre entidades políticas soberanas e independentes contrapõem-se aos que sustentam a centralidade na agenda ecopolítica de muitos outros atores para além do Estado. Ou seja, os princípios da soberania incondicionada e da não-ingerência ordenadores tradicionais do sentido das "relações internacionais" são questionados pela crescente transnacionalização das reivindicações, por redes e movimentos ambientalistas, de condutas éticas e responsáveis no campo ambiental. É com base nesses pressupostos que o presente artigo se estrutura em duas partes: (1) uma discussão sobre o processo de internacionalização da problemática ambiental e das tensões contemporâneas entre meio ambiente, ética e política internacional na América Latina; (2) uma análise dos questionamentos trazidos pelo campo do ambientalismo latino-americano operando no seio da contestação transnacional do Fórum Social Mundial.

Keywords : ecologia política; movimentos ambientalistas; contestação transnacional; relações internacionais; América Latina.

        · abstract in English | French     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese