SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número63Empreendedorismo intensivo em conhecimento no BrasilPolíticas públicas e reestruturação de redes de sociabilidades na agricultura familiar índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Caderno CRH

versão impressa ISSN 0103-4979

Resumo

BAIARDI, Amilcar  e  RIBEIRO, Maria Clotilde Meirelles. A cooperação internacional norte-sul na ciência e na tecnologia: gênese e evolução. Cad. CRH [online]. 2011, vol.24, n.63, pp. 593-608. ISSN 0103-4979.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-49792011000300009.

Pensar cooperação em ciência e tecnologia, C&T, requer pensar antes em cooperação de forma mais ampla, tanto entre indivíduos como entre sociedades e entre territórios de identidade societária, ou Estados-nação, e impõe ainda lançar um olhar sobre a história, para entender suas raízes e seu percurso. Perseguindo esse objetivo, o presente trabalho identifica os fundamentos da cooperação, iniciando com essa conceituação na visão de distintos autores, e ressalta as especificidades que concernem à cooperação em C&T, apresentando as suas primeiras formas de expressão. Prossegue explorando as condições de expansão da Revolução Científica na Europa Ocidental e como esse fenômeno veio a estabelecer dois níveis de produção de conhecimento em escala planetária a partir do século XVI, quais sejam, a ciência dominante ou central e a periférica, cujas características são analisadas. Por fim, o artigo focaliza a concentração mundial da produção do conhecimento e as suas implicações para a busca de novas formas de cooperação que visem a reduzir os desequilíbrios flagrantes na contemporaneidade.

Palavras-chave : cooperação; cooperação em C&T; ciência dominante; ciência periférica.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · pdf em Português