SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número especial 1Tendências recentes da precarização social e do trabalho: Brasil, França, JapãoTrabalho, precarização e resistências: novos e velhos desafios? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Caderno CRH

versão impressa ISSN 0103-4979

Resumo

THEBAUD-MONY, Annie. Precarização social do trabalho e resistências para a (re) conquista dos direitos dos trabalhadores na França. Cad. CRH [online]. 2011, vol.24, n.spe1, pp. 23-55. ISSN 0103-4979.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-49792011000400003.

Este artigo apresenta, inicialmente, algumas grandes etapas históricas da conquista dos direitos de trabalhadores na França, sublinhando o que levou a um real reconhecimento oficial dos direitos em matéria de luta para a melhoria das condições de trabalho. No decorrer dos anos 1970, quando a "flexibilidade" se tornou a palavra de ordem da reestruturação das empresas, duas leis questionam a proibição da intermediação de mão de obra, instaurando um processo estrutural de precarização do trabalho e do emprego, que alterou não somente a segurança econômica dos assalariados como o conjunto dos direitos associados ao contrato de trabalho. Esse processo desmonta, em grande parte, o direito à saúde dos trabalhadores nos locais de trabalho, a exemplo dos cânceres profissionais, como revela pesquisa permanente realizada em uma região parisiense, junto a pacientes acometidos de câncer. Novas redes de resistência, no mais das vezes internacionais e constituídas numa base cidadã, organizam-se, entretanto, em torno dos desafios de saúde, tal como é tratado na conclusão.

Palavras-chave : precarização; cânceres profissionais; direitos; resistências; França.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · pdf em Português