SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número64O movimento político indígena em Roraima: identidades indígenas e nacionais na fronteira Brasil-GuianaTerritórios e territorialidades específicas na Amazônia: entre a "proteção" e o "protecionismo" índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Caderno CRH

versão impressa ISSN 0103-4979

Resumo

CASTRO, Edna. Expansão da fronteira, megaprojetos de infraestrutura e integração sul-americana. Cad. CRH [online]. 2012, vol.25, n.64, pp. 45-62. ISSN 0103-4979.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-49792012000100004.

As análises da relação entre políticas desenvolvimentistas e as dinâmicas socioterritoriais na Amazônia têm se voltado para a dimensão nacional. Este artigo procura revelar o aumento do interesse pela exploração dos recursos naturais da região para além de suas fronteiras políticas, tornando-se a Pan-Amazônia um espaco central na geopolítica brasileira. Os Planos de Aceleração do Crescimento (PAC I e II) e a Iniciativa para a Integração da Infraestrutura da América do Sul (IIRSA) assumem a mesma orientação de integração competitiva, adotando um modelo de modernização com base em megaprojetos de investimentos. A IIRSA, no âmbito sul-americano, como bloco regional, e o PAC, em âmbito nacional, são programas voltados para a logística de transporte, energia e comunicação. No plano continental, expressam dinâmicas socioterritoriais irreverersíveis e representam interesses comuns do Brasil e dos demais países, via modelo dominante de expansão da fronteira amazônica a partir dos anos 70 do século XX.

Palavras-chave : fronteira; políticas estatais; integração; megaprojetos; Pan-Amazônia.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · pdf em Português