SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número83MICHAEL LÖWY, LEITOR DE LUKÁCSDOIS MESTRES NA PERIFERIA DO CAPITALISMO: Michael Löwy e Mariátegui índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Caderno CRH

versão impressa ISSN 0103-4979versão On-line ISSN 1983-8239

Resumo

CANTOR, Renán Vega. ROMANTISMO, CRÍTICA DO PROGRESSO E ECOSSOCIALISMO. Cad. CRH [online]. 2018, vol.31, n.83, pp.303-320. ISSN 0103-4979.  http://dx.doi.org/10.1590/s0103-49792018000200009.

O objetivo deste artigo é mostrar que a proposta ecossocialista se inscreve num conjunto de preocupações, relacionadas com o romantismo revolucionário e a crítica ao progresso. Trata-se, para utilizar uma noção tão cara a Löwy, de encontrar as afinidades eletivas que existem entre o romantismo revolucionário, a crítica ao progresso e o ecossocialismo. Por isso, nesta exposição, sempre salientamos as implicações ecológicas das reflexões de M. Löwy ou que derivam dos autores e problemas que ele estudou.

Palavras-chave : Ecossocialismo; Romantismo revolucionário; Walter Benjamim; Anticapitalismo.

        · resumo em Espanhol | Inglês | Francês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )