SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número2Determination of cadmium in sediments and in sewage sludge by slurry sampling electrothermal atomic absorption spectrometry using iridium as permanent modifierAnalysis of pesticide residues in Brazilian medicinal plants: matrix solid phase dispersion versus conventional (European Pharmacopoeia) methods índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Journal of the Brazilian Chemical Society

versión impresa ISSN 0103-5053

Resumen

LEITE, Oldair D.; FATIBELLO-FILHO, Orlando  y  BARBOSA, Aneli de M.. Determination of catecholamines in pharmaceutical formulations using a biosensor modified with a crude extract of fungi laccase (Pleurotus ostreatus). J. Braz. Chem. Soc. [online]. 2003, vol.14, n.2, pp. 297-303. ISSN 0103-5053.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-50532003000200018.

Um biossensor de pasta de carbono modificado com extrato bruto enzimático do fungo Pleurotus ostreatus como fonte de lacase é proposto para a determinação de catecolaminas em formulações farmacêuticas. Essa enzima catalisa a oxidação de adrenalina ou dopamina nas quinonas correspondentes e a corrente obtida na redução eletroquímica de cada um dos produtos é relacionada a concentração dessas catecolaminas em solução da amostra. O efeito da concentração de lacase de 0,29 a 1,8 U/mg de pasta de carbono, do pH de 3,0 a 8,0, da velocidade de varredura de 10 a 40 mV s-1 e amplitudes de pulso de potencial de 10 a 60 mV sobre a resposta voltamétrica de pulso diferencial foi investigado. O desvio padrão relativo foi menor que 1,8% para solução de hidroquinona 2,8 x 10-4 mol L-1 em pH 7 (n=10). Recuperações variando de 97,3 a 101% para adrenalina e de 95,8 a 102% para dopamina foram obtidas. As curvas analíticas foram lineares no intervalo de concentração de adrenalina de 6,0 x 10-5 a 7,0 x 10-4 mol L-1 e de 7,0 x 10-5 a 4,0 x 10-4 mol L-1 para dopamina, com limites de detecção de 7,9 x 10-6 mol L-1 e 9,8 x 10-6 mol L-1, respectivamente. Esse biossensor foi empregado para a determinação de adrenalina e dopamina em formulações farmacêuticas. Os resultados obtidos com o biossensor para a determinação dessas catecolaminas em formulações farmacêuticas estão em concordância a um nível de confiança de 95% com o procedimento da Farmacopéia americana.

Palabras llave : laccase; Pleurotus ostreatus; catecholamines; biosensor.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés