SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue2Direct solid sampling by flame atomic absorption spectrometry: determination of manganese in coal samplesCopper, zinc and manganese determination in saline samples employing faas after separation and preconcentration on Amberlite XAD-7 and Dowex 1x-8 loaded with Alizarin Red S author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Journal of the Brazilian Chemical Society

Print version ISSN 0103-5053

Abstract

TAKETA, Alexandre T. C.; BREITMAIER, Eberhard  and  SCHENKEL, Eloir P.. Triterpenes and triterpenoidal glycosides from the fruits of Ilex paraguariensis (Maté). J. Braz. Chem. Soc. [online]. 2004, vol.15, n.2, pp. 205-211. ISSN 0103-5053.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-50532004000200008.

Dos frutos de Ilex paraguariensis foram isolados um novo glicosídeo triterpenóide, o ácido rotúndico 3b-O-a-L-arabinopiranosídeo, denominado matesídeo (4), os triterpenos ácido ursólico (1), ácido acetilursólico (2), ácido 23-hidroxi-ursólico (3) e as saponinas ziyu-glicosídeo I (5) e ilexosídeo II (6). As estruturas foram estabelecidas com base em métodos espectroscópicos, principalmente RMN mono- e bidimensional. Os valores de amargor foram determinados para matesídeo e ilexosídeo II e comparados com os valores obtidos para as saponinas de I. paraguariensis e outras espécies de Ilex. O elevado amargor encontrado para o ilexosídeo II, uma das saponinas majoritárias presentes nos frutos e não encontrada nas folhas de I. paraguariensis, sugere que o uso dos frutos alteraria de maneira significativa o sabor do produto erva-mate e também poderia produzir efeitos fisiológicos ainda não conhecidos.

Keywords : Ilex; saponins; sapogenins; bitterness value; mateside; ilexoside II.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English