SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue5Characterization of woody odorant contributors in copaiba oil (Copaifera multijuga Hayne)Seasonal variation and antimicrobial activity of Myrcia myrtifolia essential oils author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Journal of the Brazilian Chemical Society

Print version ISSN 0103-5053

Abstract

SILVA, Fabiano G. et al. Seasonal variability in the essential oils of wild and cultivated Baccharis trimera. J. Braz. Chem. Soc. [online]. 2007, vol.18, n.5, pp. 990-997. ISSN 0103-5053.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-50532007000500017.

A variação sazonal na composição química do óleo essencial em populações de Baccharis trimera natural e cultivada indicou a presença de três grupos de óleos em relação à origem e à fase de desenvolvimento das amostras. O primeiro incluiu amostras floridas, silvestres ou cultivadas, no período entre março-maio, contendo altas percentagens de globulol e espatulenol. No grupo II, com amostras silvestres coletadas entre junho-fevereiro, os constituintes majoritários foram o germacreno D e o (E)-cariofileno, enquanto que o grupo III incluiu amostras cultivadas entre junho-fevereiro e contendo um alto conteúdo de ledol. A análise por correlação canônica indicou que (E)-cariofileno, Mn, saturação por Al e precipitação foram fortemente correlacionados às amostras silvestres (grupo II), enquanto ledol e guaiol correlacionaram-se ao balanço químico do solo (P, K, S, Cu, Zn e saturação por bases) nas amostras cultivadas (grupo III). Ambos os óleos essenciais tem predominantemente hidrocarbonetos, embora em dois meses o conteúdo em sesquiterpenos oxigenados seja superior a 40% para ambas as amostras. As variações observadas podem estar relacionadas ao ambiente.

Keywords : Baccharis trimera; Asteraceae; essential oil; chemical variability; seasonal variation.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English