SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue5(R)-(-)-carvone and (1R, 4R)-trans-(+)-dihydrocarvone from poiretia latifolia vogelMicrowave-assisted synthesis of Nitroketene N,S-Arylaminoacetals author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Journal of the Brazilian Chemical Society

Print version ISSN 0103-5053

Abstract

VIEIRA, Karla M.; NASCENTES, Clésia C.  and  AUGUSTI, Rodinei. Ozonation of ethinylestradiol in aqueous-methanolic solution: direct monitoring by electrospray ionization mass spectrometry. J. Braz. Chem. Soc. [online]. 2010, vol.21, n.5, pp. 787-794. ISSN 0103-5053.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-50532010000500004.

A ozonólise do etinilestradiol (1), um hormônio sintético esteroidal, numa solução de água/metanol foi investigada. Análises por HPLC-UV revelaram que o hormônio foi completamente consumido, tanto em pH 5 quanto 8, após um tempo reacional de 20 min. O monitoramento por espectrometria de massas com ionização electrospray no modo negativo (ESI(-)-MS) revelou o contínuo consumo de 1 (detectado em sua forma desprotonada, [1 – H]-, de m/z 295), concomitantemente com o aparecimento de produtos de oxidação. Estruturas químicas foram propostas para tais produtos com base nos dados de MS (valores de m/z) e MS/MS (padrões de fragmentação dos ânions). Estes dados, em associação com conhecimento sobre a reatividade de moléculas orgânicas frente ao ozônio em solução aquosa, foram avaliados e uma rota reacional inédita para a ozonização do etinilestradiol foi sugerida. Assim, como primeira etapa nesta sequência reacional propôs-se uma adição 1,3-dipolar do ozônio sobre o anel fenólico de 1 para gerar o produto di-hidroxilado 2 (detectado como [2 – H]- de m/z 311). A perda de acetileno como o único canal de dissociação de [2 – H]- confirmou que a hidroxilação ocorreu no anel fenólico e não na porção acetilênica de 1. Oxidações subsequentes foram propostas para explicar a formação de outros produtos, todos eles contendo o grupo funcional COOH (como verificado pela dissociação das respectivas moléculas desprotonadas através da perda característica de CO2). Os dados de ESI(-)-MS também revelaram diferenças notáveis entre as reações conduzidas em pH 5 e 8, i.e., em meios levemente ácido e básico, respectivamente.

Keywords : ethinylestradiol; degradation; ozone; reaction monitoring; direct infusion; electrospray ionization; mass spectrometry.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English