SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue8Anionic chromogenic chemosensors highly selective for fluoride or cyanide based on 4-(4-Nitrobenzylideneamine)phenolQuantitative chemical profile and multivariate statistical analysis of alembic distilled sugarcane spirit fractions author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Journal of the Brazilian Chemical Society

Print version ISSN 0103-5053

Abstract

MOTTA, Rosângela et al. Comparison of the n-alkanes and polycyclic aromatic hydrocarbons concentrations in the atmosphere during the preparation of warm and hot mixtures asphalt for pavements. J. Braz. Chem. Soc. [online]. 2012, vol.23, n.8, pp. 1501-1505.  Epub Aug 09, 2012. ISSN 0103-5053.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-50532012005000011.

O asfalto é utilizado na produção de misturas asfálticas a quente (HMA) para a pavimentação e, devido às altas temperaturas empregadas, gera fumos que contêm n-alcanos e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs). As misturas asfálticas preparadas em temperaturas mais baixas, como as misturas asfálticas mornas (WMA), podem contribuir na redução das emissões daqueles compostos e economizar energia. Este trabalho investiga os n-alcanos e os HPAs nas partículas totais em suspensão durante a preparação de uma WMA, em comparação com uma HMA, em laboratório. Os resultados mostraram que os n-alcanos da WMA e da HMA apresentaram Cmáx no n-C26 e n-C28, respectivamente, e o teor de n-alcanos total foi maior na HMA do que na WMA. Ademais, verificou-se que o benzo[b]fluoranteno e benzo[a]antraceno constituíam os maiores HPAs na WMA, enquanto as temperaturas mais altas da HMA volatilizaram todos seus grandes HPAs, demonstrando maior potencial de exposição por inalação.

Keywords : warm mix asphalt; hot mix asphalt; PAH; n-alkanes.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English