SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número4Conhecimentos dos usuários da Estratégia Saúde da Família sobre a fisioterapiaVariáveis hemodinâmicas, hemogasométricas e respiratórias em pacientes cardiopatas submetidos ao teste de respiração espontânea índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Fisioterapia em Movimento

versão impressa ISSN 0103-5150

Resumo

VASCONCELOS, Danilo de Almeida; LINS, Lívia Cristina Rodrigues Ferreira  e  DANTAS, Estélio Henrique Martin. Avaliação da mobilização neural sobre o ganho de amplitude de movimento. Fisioter. mov. [online]. 2011, vol.24, n.4, pp. 665-672. ISSN 0103-5150.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502011000400010.

INTRODUÇÃO: A mobilização neural (MN) visa a restaurar o movimento e a elasticidade do SN, e é utilizada como método de diagnóstico e tratamento das disfunções de origem neural. OBJETIVO: Verificar os efeitos imediatos da MN sobre o ganho de amplitude de movimento de extensão do cotovelo (ADMEC) em indivíduos com tensão neural adversa do nervo mediano (TNAm). METODOLOGIA: A amostra foi composta por estudantes universitários, de ambos os sexos, na faixa etária de 17 a 30 anos. Cada indivíduo foi avaliado bilateralmente por meio do teste de tensão do nervo mediano (ULTT1). Nos casos de teste positivo, foi aplicada a MN do nervo mediano e realizada a avaliação goniométrica imediatamente pré e pós-MN. Os dados foram analisados de forma descritiva e inferencial por meio do Teste de Normalidade Kolmogorov-Smirnov, teste t de Student e teste de Wilcoxon, sendo considerado um nível de significância de 5%. RESULTADOS: A amostra foi composta por 60 voluntários, com idade média de 21,25 ± 0,29 anos, estatura média de 1,66 ± 0,11 metros e peso médio de 63,27 ± 1,53 kg. Observou-se ganho estatisticamente significante (p < 0, 001) da ADMEC em ambos os membros superiores após a MN, com valores de 31,57 ± 20,27° e 20,53 ± 15,27°, pré e pós, respectivamente, no membro superior direito, e 28,68 ± 22,43° e 16,57 ± 15,11°, pré e pós, no membro superior esquerdo. CONCLUSÃO: Neste estudo, a MN foi capaz de melhorar, com resultados imediatos, a ADMEC de forma significativa.

Palavras-chave : Amplitude de Movimento Articular; Nervo Mediano; Mobilização neural.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português