SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue1Safety of early physical therapy intervention after acute myocardial infarctionA novel protocol for occlusal splint adjustment to treat TMD in sleep bruxism author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Fisioterapia em Movimento

Print version ISSN 0103-5150

Abstract

SANTOS, Lucas de Macedo dos et al. Avaliação postural por fotogrametria em pacientes com escoliose idiopática submetidos à artrodese: estudo piloto. Fisioter. mov. [online]. 2012, vol.25, n.1, pp. 165-173. ISSN 0103-5150.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502012000100016.

INTRODUÇÃO: A escoliose é uma alteração tridimensional das vértebras, caracterizada por um desvio lateral. A quantificação do desvio lateral após correção cirúrgica poderia auxiliar quanto ao prognóstico da doença e direcionar na reabilitação. OBJETIVOS: Comparar as alterações posturais no pré e pós-operatório de artrodese da coluna vertebral em pacientes com escoliose idiopática do adolescente. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram avaliados nove pacientes com escoliose idiopática entre 11 e 18 anos de idade. Eles foram fotografados no pré-operatório e após quatro semanas. Os pontos anatômicos foram marcados sobre a pele por meio de fixação de bolas de isopor. Para análise das fotografias, estas foram enviadas para um computador com o programa SAPO previamente instalado. Os dados foram analisados utilizando o teste t pareado. RESULTADOS: Foram observados: diminuição significante no ângulo axilar esquerdo (EACE) e no ângulo Q esquerdo (AQE), aumento no ângulo de inclinação do tronco na vista anterior (ITA), no ângulo formado entre o ponto mais alto do trapézio e o manúbrio esquerdo (TAME), no ângulo da cifose torácica direita (CTD) e lordose lombar direita e esquerda (LLD e LLE) e no ângulo tibiotársico esquerdo (ATTE). Houve aumento nas distâncias entre C7, T3 e T7 à espinha ilíaca póstero-superior direita (DC7, DT3 e T7) e C7, T3 e L4 à espinha ilíaca póstero-superior esquerda (EC7, ET3 e EL4). CONCLUSÃO: Foi constatada alteração significativa nos ângulos EACE, AQE, ITA, TAME, CTD, LLD, LLE, ATTE e nas distâncias DC7, DT3, DT7, EC7, ET3 e EL4 quatro semanas após a cirurgia de artrodese.

Keywords : Fotografia; Escoliose; Fusão vertebral.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese