SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número1A cultura da imagem e uma nova produção subjetivaO pensamento freudiano sobre a intolerância índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Psicologia Clínica

versão impressa ISSN 0103-5665

Resumo

PENA, Felipe. Subjetividade midiática: tempo e memória no discurso das biografias contemporâneas. Psicol. clin. [online]. 2007, vol.19, n.1, pp. 41-55. ISSN 0103-5665.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-56652007000100004.

O artigo tem como objetivo uma análise teórica sobre as abordagens dos conceitos de tempo e de memória (propostos por Elias e Derrida) na constituição da subjetividade produzida a partir do discurso das biografias contemporâneas. Nossa hipótese é a de que, na atualidade, as biografias são construídas diariamente na mídia, produzindo celebridades instantâneas que influenciam no agenciamento de identidades. Partimos, então, das reflexões de Pierre Bourdieu, para quem tais identidades são inscritas artificialmente através do que ele chama de ilusão biográfica, ou seja, a ilusão que trata a história de uma vida como "o relato coerente de uma seqüência de acontecimentos com significado e direção".

Palavras-chave : subjetividade; identidades; mídia; Derrida; Elias.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português