SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue4Linear and Angular Deviations of Implants Placed in Experimental Casts with Stereolithographic Drill Guides Fixed by O'ring Ortho Implant DevicesEffect of Early Membrane Removal on the Treatment of Mandibular Class II Furcation Defects - A Controlled Clinical Trial with Re-entry after 12 Months author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Dental Journal

Print version ISSN 0103-6440

Abstract

BREGAGNOLO, Livia Aguiar et al. Oral and Maxillofacial Trauma in Brazilian Children and Adolescents. Braz. Dent. J. [online]. 2013, vol.24, n.4, pp.397-401. ISSN 0103-6440.  https://doi.org/10.1590/0103-6440201302227.

Crianças e adolescentes frequentemente são vítimas de trauma nas regiões oral e maxilofacial. O objetivo deste estudo foi determinar as características do trauma na região oral e maxilofacial que resultaram em registros policiais, em crianças e adolescentes na faixa etária de 0 a 16 anos, por um período de 5 anos. Dos 28.200 laudos avaliados, 463 foram incluídos na pesquisa. A taxa homem:mulher observada foi de 1,6:1 e a faixa etária de maior ocorrência foi a de 15-16 anos (44,40%). A maioria dos casos de trauma foi decorrente de agressão física (64,50%) e resultou em lesão de tecido mole (80,36%). Entre os tipos mais frequentes, destacam-se as escoriações (28,64%) e quanto à localização, a região maxilar (22,63%). O tipo de lesão dental mais comum foi trauma dental (54,76%), e as fraturas ósseas predominaram nas regiões nasal (36,7%). Os resultados encontrados podem auxiliar no planejamento e execução de medidas preventivas e direcionar medidas curativas dirigidas a este grupo populacional.

Keywords : dentoalveolar trauma; soft-tissue; violence; maxillofacial trauma.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )