SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue2Correlation Between Volume of Root Canal, Cultivable Bacteria, Bacterial Complexes and Endotoxins in Primary InfectionEffects of Selective Versus Non-Selective COX-2 Inhibition on Experimental Periodontitis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Dental Journal

Print version ISSN 0103-6440On-line version ISSN 1806-4760

Abstract

JESUS, Sidinéia Feitoza de et al. Radiographic and Immunohistochemical Evaluation of Root Canal Treatment Using Different Irrigation Systems. Braz. Dent. J. [online]. 2019, vol.30, n.2, pp.123-132. ISSN 0103-6440.  http://dx.doi.org/10.1590/0103-6440201901702.

O objetivo deste estudo foi avaliar o reparo periapical e a síntese de mediadores inflamatórios após tratamento endodôntico em dentes de cães com lesão periapical, em sessão única, utilizando diferentes protocolos de irrigação. Lesões periapicais foram induzidas experimentalmente em dentes de cães e aleatoriamente divididas em 4 grupos: G1 - Irrigação por Pressão Apical Negativa (n = 20); G2 - Irrigação Ultrassônica Passiva (n = 20), G3 - Irrigação por Pressão Positiva (n = 20); G4 - Lesão periapical sem tratamento (n = 20). Após 180 dias, os animais foram eutanasiados, as peças removidas e submetidas ao processamento histotécnico para análise imunohistoquímica para osteopontina (OPN), fator de necrose tumoral-a (TNF-a) e interleucina 1-a (IL-1a). A análise radiográfica do reparo das lesões periapicais foi realizada por meio do Índice Periapical, obtido antes e 180 dias após o tratamento endodôntico. Os resultados obtidos foram submetidos à análise estatística por meio dos testes de sinais de Wilcoxon, Exato de Fisher ou Kruskal-Wallis seguido pelo pós-teste de Dunn (a = 5%). O exame radiográfico após o tratamento endodôntico, mostrou a persistência de áreas radiolúcidas periapicais e descontinuidade da lâmina dura em 35% dos espécimes do G1, 40% do G2 e 40% do G3, embora uma redução no PAI tenha sido observada (p<0,05). Pela análise imuno-histoquímica, o tratamento endodôntico resultou na menor síntese de TNF-a e de OPN na região periapical, comparativamente à lesão periapical sem tratamento (p<0,05). A produção de IL-1a não foi modulada pelo tratamento endodôntico (p>0,05). Reparo da lesão periapical foi observado em cerca de 60% dos casos após tratamento endodôntico realizado em sessão única e menor síntese de TNF-a e de OPN na região periapical, independente do protocolo de irrigação utilizado.

Keywords : apical periodontitis; single visit root canal treatment; apical negative pressure irrigation; positive pressure irrigation; passive ultrasonic irrigation.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )