SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue1Jung, mandala and Islamic architectureTransgenerational psychic transmission and construction of subjectivity: report of a psychoanalytic linkage psychotherapy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Psicologia USP

Print version ISSN 0103-6564

Abstract

BASTOS, Rogério Lustosa. Suicídios, psicologia e vínculos: uma leitura psicossocial. Psicol. USP [online]. 2009, vol.20, n.1, pp.67-92. ISSN 0103-6564.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65642009000100005.

Este artigo, pensando o suicídio por um contínuo existencial com diferentes graus (primeiros graus de suicídio - desvelando-se por fantasias inconscientes; graus intermediários - caracterizando-se por tentativas de suicídio; graus extremos - destacando-se pelo suicídio fatal), ainda o debate pela perspectiva de Freud e Jung. Mas busca-se, sobretudo, relacionar o suicídio ao processo psicossocial, estudado aqui pelo vínculo. Esse, basicamente apreendido como um padrão vincular, inicia-se na família (socialização primária). Assim, diante da hipótese de se ter vivido sob padrão vincular com pendor à desestrutura (relacionada à dificuldade de cada membro se diferenciar), esse padrão tende a se repetir pela socialização secundária: grupo conjugal, de trabalho, de educação, de religião, etc. Enfim, sem o apoio devido, em alguns casos essa dificuldade leva às tentativas e aos suicídios fatais. Tanto essa discussão quanto o processo psicossocial serão desenvolvidas aqui, principalmente, pela visão institucional de Bastos (2001b), Bleger (1984), Guirado (2004).

Keywords : Suicídios; Processo psicossocial; Vínculos.

        · abstract in English | French | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License