SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue2How important is the economic dimension to contemporary psychoanalysis?: a detailed study on the primary object and the ambivalence of the instinct in FreudBox entertaining the elderly: a process of construction as a clinical procedure and its contribution to the quality of the bond author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Psicologia USP

Print version ISSN 0103-6564

Abstract

HILARIO, Leomir Cardoso  and  CUNHA, Eduardo Leal. Possibilidades éticos-estéticas da perversão: a sexualidade perverso-polimorfa como prática de liberdade em Marcuse. Psicol. USP [online]. 2012, vol.23, n.2, pp.303-326.  Epub July 05, 2012. ISSN 0103-6564.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65642012005000005.

Este artigo visa explorar a compreensão ético-estética do fenômeno perverso realizada por Marcuse em Eros e Civilização. No registro ético, destacamos o caráter necessariamente moral da categoria de perversão e seu vínculo com a normatização da experiência sexual, com a disciplinarização e controle dos corpos, no quadro da leitura foucaultiana do biopoder, situando Marcuse como crítico de tais processos em sua ligação com o modo de produção capitalista. No segundo registro, da estética, expomos como Marcuse, através da reconfiguração da relação entre Eros e Logos e da afirmação de um ethos estético, propõe que a perversão sexual implica a contestação da ordem vigente e a produção de novos modos de relações consigo e com os outros, em contraste com a regulação instrumental do erotismo. Por fim, indicamos como o campo de possibilidades aberto por Marcuse no domínio da transgressão aponta para a necessidade de retomar criticamente a categoria de perversão.

Keywords : Marcuse (Herbert); Psicanálise; Perversão; Transgressão.

        · abstract in English | French | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License