SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue3The construction of a scale on the conceptions of disability: methodological proceduresMedicalization of childhood: between care and medication author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Psicologia USP

Print version ISSN 0103-6564On-line version ISSN 1678-5177

Abstract

ALBUQUERQUE, Dayse da Silva; AMANCIO, Denise Aparecida Rodrigues; GUNTHER, Isolda de Araújo  and  HIGUCHI, Maria Inês Gasparetto. Contribuições teóricas sobre o envelhecimento na perspectiva dos estudos pessoa-ambiente. Psicol. USP [online]. 2018, vol.29, n.3, pp.442-450. ISSN 0103-6564.  https://doi.org/10.1590/0103-656420180142.

A adaptação aos ambientes é primordial para fortalecer o bem-estar e a qualidade de vida. Os estudos pessoa-ambiente buscam, dentre outros interesses, aprofundar a compreensão de como se constrói maior congruência entre as necessidades individuais e as características do ambiente físico, a fim de reduzir os níveis de pressão e estresse ambientais decorrentes dessas adaptações. Essa reciprocidade humano-ambiental foi explorada por Lawton e colaboradores, a partir da década de 1970, no contexto institucional. O modelo teórico pressão-competência e o conceito envelhecimento no lugar (ageing in place), vislumbram-se como contribuições para o enriquecimento do diálogo com estudiosos, tendo como foco a congruência pessoa-ambiente, isto é, as inter-relações entre o indivíduo e os recursos ambientais. Logo, valorizar o papel e as ações de idosos no uso dos espaços públicos e possibilitar sua inclusão no planejamento das cidades é aprimorar o caráter ativo e relevante de suas conquistas, favorecendo o desabrochar de novos horizontes.

Keywords : envelhecimento; envelhecimento no lugar; relação pessoa-ambiente.

        · abstract in English | French | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )