SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número1Parcerias entre o setor público e o privado em escolas estaduais paulistas e o trabalho do professor: alguns dados para reflexãoTeses e dissertações sobre gênero e desempenho escolar no Brasil (1993 - 2007): um estado da arte índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Pro-Posições

versão impressa ISSN 0103-7307

Resumo

FERRARO, Alceu Ravanello. Quantidade e qualidade na pesquisa em educação, na perspectiva da dialética marxista. Pro-Posições [online]. 2012, vol.23, n.1, pp. 129-146. ISSN 0103-7307.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-73072012000100009.

Este trabalho trata da relação entre métodos quantitativos e qualitativos nas ciências sociais em geral e na área da educação em particular. Começa focalizando a orientação positivista da Sociologia, assim como de outras ciências sociais em sua origem, mas rejeitando a identificação sumária entre métodos quantitativos e positivismo. Aborda, então, a querela metodológica, com destaque para três teses a respeito da relação entre métodos quantitativos e qualitativos: a da oposição ou incompatibilidade; a da complementaridade; e a da unidade. Esta última, como unidade na perspectiva da dialética marxista. Por fim, sugere que, em vez de nos inquirirmos sobre qual a competência metodológica de maior valor em absoluto, deveríamos perguntar-nos se e como diferentes competências metodológicas poderão articular-se no estudo de um determinado objeto ou problema social ou educacional.

Palavras-chave : quantidade; qualidade; metodologia de pesquisa; educação; dialética marxista.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português