SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.1 número1A lei e o corpoNotas sobre as polÍticas de saÚde no Brasil de "transição democrática": anos 80 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Physis: Revista de Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 0103-7331

Resumo

NUNES, Silvia Alexim. A medicina social e a questão feminina. Physis [online]. 1991, vol.1, n.1, pp. 49-76. ISSN 0103-7331.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-73311991000100003.

Este trabalho pretende analisar o tipo de saber sobre a mulher produzido pela medicina a partir da constituição de uma medicina social, no século XIX, no Rio de Janeiro. Podemos observar a constituição de um discurso sobre o sexo feminino que, calcando-sena noção de degeneração psíquica, vai tratá-lo como possuidor de uma base degenerada, podendo portanto sucumbir às mais terríveis ameaças. Esse tipo de discurso que descreve a mulher como um ser doentio, capaz de fazer mal a si e a toda sociedade, viabiliza a tentativa de tomá-la cada vez mais incapaz de gerir sua própria vida, tratando como patológico qualquer comportamento que não corresponda ao modelo de esposa e mãe.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · pdf em Português