SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 issue1Scientific construction and theoretical innovation: a challenge for epidemiologyBrazilian population's aging: reflections and aspects to be considerei in the definition of research outlines for populational studies. author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Physis: Revista de Saúde Coletiva

Print version ISSN 0103-7331

Abstract

CASTIEL, Luis David. O estresse na pesquisa epidemiológica: o desgaste dos modelos de explicação coletiva do processo saúde-doença. Physis [online]. 1993, vol.3, n.1, pp. 91-106. ISSN 0103-7331.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-73311993000100005.

São enfocadas as dificuldades do instrumento epidemiológico em lidar com as questões postas pelos problemas contemporâneos de saúde, nos quais o conceito de estresse encontra ampla difusão. Assim, apresenta-se uma discussão sobre o arcabouço teórico-conceitual da teoria do estresse e seus desdobramentos. Além disso, são assinaladas as limitações do método e dos modelos epidemiológicos disponíveis ao abordarem: 1. Manifestações cuja previsibilidade não é delimitável; 2. Fenômenos que se encontram em níveis hierárquicos distintos. Nestes casos a teorização subjacente à noção de risco, utilizada para explicar o adoecer referido ao nível individual mostra-se insuficiente. À complexidade do pProcesso saúde-doença demanda outro paradigma epistêmico que permita ao sujeito da ciência epidemiológica desenvolver outras formas de demarcar e compreender seu objeto.

        · abstract in English | French     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese