SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3Desigualdades de classe e gênero e saúde mental nas cidadesO discurso da institucionalização de práticas em saúde: uma reflexão à luz dos referenciais teóricos das ciências humanas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Physis: Revista de Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 0103-7331versão On-line ISSN 1809-4481

Resumo

PROIETTI, Fernando Augusto et al. Unidade de contexto e observação social sistemática em saúde: conceitos e métodos. Physis [online]. 2008, vol.18, n.3, pp.469-482. ISSN 1809-4481.  https://doi.org/10.1590/S0103-73312008000300006.

Assumimos que "onde você mora é importante para sua saúde, para além de quem você é". Entendemos que o impacto do local de moradia ou unidade de contexto (UC) na saúde das populações se deve à heterogeneidade dos atributos do entorno físico e social da UC, para além das características individuais ou agregadas daqueles ali aninhados. Estes atributos, embora dependentes dos indivíduos, são tipicamente externos a eles e potencialmente modificáveis. As UC são compreendidas como unidades ecológicas inseridas em conjuntos sucessivamente mais amplos e interdependentes. Quando relevante para a hipótese do estudo, unidades geográficas administrativas podem ser utilizadas como aproximações da UC. Outra alternativa é a que utiliza a percepção de seus moradores, a "vizinhança percebida". O ressurgimento do interesse com relação à determinação dos efeitos da UC sobre a saúde correlaciona com novas tendências na área da saúde coletiva: incorporação de novos níveis hierárquicos de exposição, as iniqüidades e seus determinantes, a urbanização e seus efeitos e a avaliação de intervenções multi-setoriais. Nosso objetivo central é rever opções para a escolha da UC a ser investigada além de estratégias para a aferição de seus atributos físicos e sociais, utilizando a observação social sistemática (OSS). A combinação de dados originárias de dados administrativos, da vizinhança percebida, dos inquéritos populacionais e da OSS ainda necessita de maiores elaborações conceitual, metodológica e analítica. Entretanto, a compreensão da distribuição dos atributos físicos e sociais da UC permite compor níveis hierárquicos de complexidade relevantes para o entendimento da ocorrência dos eventos relacionados à saúde nas populações.

Palavras-chave : saúde urbana; vizinhança; observação social sistemática.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons