SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue3The institutionalization speech of health practices: a reflection based on the approach of the Human SciencesLabor market: reviewing concepts and bringing the health field together. A view on the 1990's author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Physis: Revista de Saúde Coletiva

Print version ISSN 0103-7331

Abstract

SANTOS, Wederson Rufino dos. Pessoas com deficiência: nossa maior minoria. Physis [online]. 2008, vol.18, n.3, pp. 501-519. ISSN 0103-7331.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-73312008000300008.

Os estudos internacionais sobre deficiência são um campo consolidado nas ciências sociais, embora no Brasil seja incipiente e frágil. O conceito de deficiência diz respeito às restrições sociais impostas às pessoas que possuem variedade nas habilidades corporais. O objetivo deste artigo é analisar o debate sobre deficiência a partir de dois enfoques: 1) compreender a deficiência como uma manifestação da diversidade humana, partindo da análise do debate do modelo social da deficiência - uma corrente política e teórica que reconhece a deficiência como opressão sofrida pelas pessoas com lesões em ambientes sociais pouco adaptados às diversidades corporais; 2) demonstrar que a mudança na compreensão do corpo com deficiência como manifestação da diversidade corporal traz melhores instrumentos para o modo como a sociedade deve se organizar para promover justiça às pessoas com deficiência, promovendo a garantia dos direitos de cidadania dessas pessoas que representam 14,5% da população brasileira, segundo o último Censo de 2000.

Keywords : deficiência; modelo social da deficiência; proteção social; justiça social.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese