SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue2Is it economically viable to regionalize the performance of a public hospital of medium size?Giddens' Structuration Theory and studies on evaluation practices author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Physis: Revista de Saúde Coletiva

Print version ISSN 0103-7331

Abstract

MOAS, Luciane da Costa  and  CORREA, Marilena Cordeiro D. Villela. Filiação e tecnologias de reprodução assistida: entre medicina e direito. Physis [online]. 2010, vol.20, n.2, pp. 591-607. ISSN 0103-7331.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-73312010000200014.

O presente trabalho tem o intuito de analisar os critérios jurídicos de determinação das relações parentais, propondo a reflexão sobre a paternidade ou maternidade homossexual como manifestação do direito à vida familiar. Para tanto, discute-se o impacto das seguintes inovações biotecnológicas: por um lado, a possibilidade de concepção fora do corpo humano, que ameaça quebrar o valor simbólico que sempre assimilou a categoria de genitor àquela de pai, ameaça esta que se apresenta de forma mais marcante quando a demanda pela reprodução assistida se dá por casais de mesmo sexo. Por outro, a disponibilidade de exames genéticos que permitem o acesso à verdade biológica com alto grau de confiabilidade, provocando verdadeiro embate entre o critério biológico de determinação da paternidade e o critério sócio-afetivo.

Keywords : família; filiação; homoafetividade; reprodução; discriminação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese