SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número1Representações sociais do consumo de carne em Belo Horizonte índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Physis: Revista de Saúde Coletiva

versão On-line ISSN 1809-4481

Resumo

UCHOA, Alice da Costa et al. Trabalho em equipe no contexto da reabilitação infantil . Physis [online]. 2012, vol.22, n.1, pp.385-400. ISSN 1809-4481.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-73312012000100021.

Este artigo objetiva discutir avanços e desafios do trabalho em equipe multiprofissional na reabilitação infantil. A pesquisa desenvolveu-se num centro de referência estadual, em Natal, RN, Brasil, entre maio e julho de 2010. O método utilizado foi o estudo de caso, com entrevistas semiestruturadas, numa amostra qualitativa de 20 profissionais de saúde de nível superior. Contemplaram-se as categorias: concepção de trabalho em equipe; interação nesta e com família e escola; intercâmbio de conhecimentos e interdisciplinaridade; flexibilidade da divisão do trabalho; integralidade e qualidade da assistência; valorização do trabalho; limites profissionais; e relações interpessoais. Aplicou-se a análise de conteúdo. Os resultados mostraram busca da integralidade e objetivos comuns. Como desafios destacaram-se: falta de projetos assistenciais, protocolos e discussões; dificuldades de interação, integração e delimitação profissional; rigidez na divisão de trabalho. Conclui-se que o trabalho organiza-se numa dimensão instrumental voltada à integralidade e à resolutividade, mas sem integração e reconhecimento mútuo de atuação em equipe.

Palavras-chave : trabalho em equipe; reabilitação; cuidado; saúde da criança; integralidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons