SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue1Nitrogen, phosphorus and potassium concentration and accumulation by black beans under several irrigation levelsInfluence of solvent type, soil/solvent ratio, and undryed sample incubation on pH values of some Brazilian soils author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

ANJOS, Ana Rosa Martins dos  and  REISSMANN, Carlos Bruno. Influência dos resíduos da mineração do xisto no crescimento e no teor foliar de Cd, Co e Cr em plantas de aveia preta. Cienc. Rural [online]. 1996, vol.26, n.1, pp. 75-79. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84781996000100014.

O presente trabalho teve por objetivo avaliar a influência dos resíduos oriundos da mineração do folhelho pirobetuminoso (xisto) da formação Irati em São Mateus do Sul, PR, no crescimento e na composição química da aveia preta (Avena Strigosa Schreber), bem como a influência de se irrigar as plantas com água deionizada ou com solução nutritiva. O experimento foi instalado em casa de vegetação, sendo montado em delineamento de blocos ao acaso, com tratamento fatorial 4x2, ou seja, quatro substratos distintos e duas soluções de rega (água deionizada e solução nutritiva) em quatro repetições. Os materiais utilizados para a constituição dos substratos foram horizontes A e B do Latossolo Vermelho Escuro Álico, finos de xisto no estado natural e macerado e xisto retortado, sendo obtidos os seguintes susbstratos: S1) 100% solo. controle; S2) 50% solo + 50% finos de xisto macerado; S3) 50% solo + finos de xisto natural e S4) 50% solo + 50% xisto retortado. O experimento foi conduzido durante 47 dias com irrigações diárias de água deionizada e de solução nutritiva. Após este período determinou-se a altura média das plantas, a massa seca foliar e também determinou-se quantitativamente o Cd, Co e Cr. Os resultados obtidos permitem concluir que, em todos os tratamentos, os teores foliares de Cd e Co excederam aos teores observados em gramíneas oriundas de regiões não contaminadas. De todos os tratamentos estudados somente os teores foliares de Cr atingiram níveis capazes de causar toxidez às plantas. As plantas irrigadas com solução nutritiva apresentaram maior desenvolvimento e produção de massa seca foliar. Os finos de xisto macerado contribuíram para que as plantas apresentassem maior desenvolvimento e produção de massa seca foliar.

Keywords : áreas degradadas; metais pesados; xisto; Avena Strigosa.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese