SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número1Intoxicação natural por Trema micrantha em caprinosCaracterísticas agronômicas produtivas, qualidade e custo de produção de forragem em pastagem de azevém (Lolium multiflorum Lam) fertilizada com dois tipos de adubo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478

Resumo

VINOCUR, Myriam Elizabeth; BRASS, Karin Erica; RUBIN, Mara Iolanda Batistella  e  SILVA, Carlos Antonio Mondino. Variabilidade genética de cavalos da raça crioula no Brasil. Cienc. Rural [online]. 2003, vol.33, n.1, pp. 137-142. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782003000100022.

As freqüências alélicas de sete sistemas de grupos sangüíneos e oito sistemas protéicos foram determinadas em seis rebanhos de cavalos Crioulos criados no Rio Grande do Sul, Brasil. A análise destas freqüências indicou que os rebanhos apresentaram um significativo componente devido ao isolamento (Fst = 0,0866; p<0,01) e esta diferença foi confirmada a partir do dendograma construído, utilizando-se a distância de Nei. Na medição da variabilidade genética, utilizando os 15 sistemas de tipagem sangüínea, os valores mais altos encontrados foram heterozigose média: 0.4631; número total de alelos :87 e probabilidade de exclusão de um parentesco indicado: 98%. Quando todas os rebanhos foram considerada na análise, o nível de endocruzamento (Fis) foi zero. Estes resultados indicam que os cavalos Crioulos apresentam ampla variabilidade genética.

Palavras-chave : grupos sangüíneos; sistemas protéico; variabilidade genética; eqüinos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês