SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número3Colopexia incisional por celiotomia ou transparietal auxiliada por laparoscopia em cãesFatores de risco associados a soropositividade para leptospirose em matrizes suínas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478versão On-line ISSN 1678-4596

Resumo

BRUN, Maurício Veloso et al. Resistência à tração de colopexias incisionais realizadas por cirurgia laparoscópica ou celiotomia em cães. Cienc. Rural [online]. 2004, vol.34, n.3, pp.839-845. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782004000300028.

No presente estudo, procurou-se avaliar e comparar as características histológicas e as resistências à tração de colopexias incisionais realizadas por cirurgia laparoscópica ou por celiotomia. Foram utilizados 15 cães separados em dois grupos, sendo que no GL, com oito animais, promoveram-se aderências do cólon por cirurgia laparoscópica e, no GA, por celiotomia. Os procedimentos laparoscópicos foram realizados por meio de quatro trocartes dispostos nas regiões umbilical, lateral direita e lateral esquerda, com os cães posicionados em decúbito dorsal. As lesões incisas produzidas no cólon descendente e na parede abdominal foram aposicionadas em duas camadas de sutura intracorpórea. Realizou-se sutura do cólon de forma semelhante nos representantes do GA. Quatorze dias após as cirurgias, os cães foram submetidos à eutanásia para a coleta de segmentos da parede abdominal e do cólon descendente, utilizados nos testes de resistência e nas análises histológicas. Houve diferença significativa entre os grupos no que se refere ao tempo operatório e de fixação do cólon, sendo tais valores maiores no GL (p<0,0001). As resistências máximas à tração foram estatisticamente semelhantes entre os grupos (p=0,65), verificando-se forças de ruptura de 43,68±16,45N e 39,70±15,15N para o GL e o GA, respectivamente. Os achados histológicos foram semelhantes entre o GL e o GA, sendo que, em todos os casos, as fibras de colágeno depositadas apresentavam-se maturas. A técnica de colopexia incisional laparoscópica possibilita aderências cirúrgicas semelhantes às obtidas por meio do método convencional, podendo ser utilizada como alternativa.

Palavras-chave : videolaparoscopia; cirurgia endoscópica; aderências.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons