SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue1Viability of swine semen stored at 5°C according to the cooling rate and previous incubationMilk production and postpartum performance of Hereford cows in different reproduction condictions in a range breeding system author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478On-line version ISSN 1678-4596

Abstract

DUARTE, Letícia Becker Homrich; MORAES, José Carlos Ferrugem  and  WEIMER, Tania de Azevedo. Diversidade de microssatélites ligados ao gene FSHb, sua utilidade para identificação individual e associação com o desempenho reprodutivo. Cienc. Rural [online]. 2005, vol.35, n.1, pp.145-149. ISSN 0103-8478.  https://doi.org/10.1590/S0103-84782005000100023.

A diversidade genética de três microssatélites (ILSTS027, MBO22, BM4325) mapeados no cromossomo bovino 15 e ligados ao gene do hormônio folículo estimulante, cadeia b (FSHb) foi investigada em fêmeas de um rebanho bovino Brangus Ibagé. Além de estimar a variabilidade genética do rebanho, avaliou-se a eficiência destes marcadores para a identificação individual e controle de paternidade. Verificaram-se também possíveis associações entre os marcadores e o desempenho reprodutivo. Seis alelos foram detectados em BM4325 e ILSTS027 e 12 foram observados em MB022, os mais freqüentes sendo, BM4325*101, BM4325*103, ILSTS027*169 e MB022*229. O conteúdo de informação polimórfica variou entre 0,58 a 0,88 enquanto a heterozigosidade esperada oscilou entre 65% e 89%, sendo o valor médio de 77%. Embora apenas três marcadores tenham sido investigados, os valores combinados indicam alto poder de exclusão de um falso progenitor (94%) e de identificação individual (3,8 x 10-4). As análises de associação baseadas nos parâmetros estatísticos [MB022 (n=104, CI=545,3±127,0, WFC=349,9±53,4), BM4325(n=106, CI=542,2±124,9, WFC=350,5±54,4) e ILSTS027(n=105, CI=543,4±124,5, WFC=350,1±54,5)] não indicaram associação positiva entre os microssatélites e o peso da vaca ao parto. O intervalo entre partos também não parece ser influenciado pelos marcadores ILSTS027 ou MB022. No entanto, portadores de pelo menos um alelo BM4325*101 apresentaram intervalo entre partos 54 dias mais curto que os demais animais (p=0,04; n=106). Este marcador pode ser útil para seleção assistida por marcadores, permitindo a melhoria do desempenho reprodutivo, pelo menos no rebanho Brangus Ibagé.

Keywords : microssatélites; diversidade genética em bovinos; identificação individual; desempenho reprodutivo; seleção assistida por marcadores.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License