SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue1Nile tilapia (Oreochromis niloticus) production costs in a farm model of the west region of the State of Paraná, BrazilCorrelation among water soaking and cooking time of bean cultivars author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478On-line version ISSN 1678-4596

Abstract

MIRANDA, Moacyr Mascarenhas Motta et al. Impacto do manejo integrado de pragas sobre populações de minadores de folhas, broqueadores de frutos e inimigos naturais na cultura do tomateiro. Cienc. Rural [online]. 2005, vol.35, n.1, pp.204-208. ISSN 0103-8478.  https://doi.org/10.1590/S0103-84782005000100033.

O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto do manejo integrado de pragas (MIP) na produtividade e populações de minadores de folhas, broqueadores de frutos, predadores e parasitóides na cultura de tomate. Os tratamentos foram calendário (pulverizações de inseticidas e fungicidas duas vezes/semana), MIP (pulverizações de inseticidas somente quando os níveis de controle foram atingidos) e testemunha (sem aplicação de inseticidas e fungicidas). O tomateiro no MIP apresentou produtividade semelhante à do calendário com redução de 65,6% das pulverizações de inseticidas. O ataque de Tuta absoluta (Meyrick) (Lepidoptera: Gelechiidae) e Liriomyza spp. (Diptera: Agromyzidae) às folhas só atingiu o nível de controle na fase final do cultivo. O principal broqueador de frutos foi Neoleucinoides elegantalis (Guen.) (Lepidoptera: Crambidae), seguido de T. absoluta e Spodoptera eridania (Cr.) (Lepidoptera: Noctuidae). As populações de inimigos naturais foram grandemente reduzidas pelas aplicações excessivas de inseticidas. Os predadores foram mais abundantes que os parasitóides. Os predadores mais abundantes foram: Araneidae, Anthicus sp. (Coleoptera: Anthicidae), larvas de Cycloneda sanguinea (L.) (Coleoptera: Coccinellidae), adultos de Staphylinidae (Coleoptera), Orius sp. e Xylocoris sp. (Hemiptera: Anthocoridae), Formicidae (Hymenoptera) e Phlaeothripidae (Thysanoptera). Os parasitóides mais abundantes foram Hymenoptera das famílias Eulophidae, Braconidae (Bracon sp. e Chelonus sp.), Trichogrammatidae [Trichogramma pretiosum (Riley)] e Bethylidae (Goniozus nigrifemur Ashmead), além de Diptera: Tachinidae.

Keywords : Lycopersicon esculentum; Neoleucinoides elegantalis; predadores; parasitóides; níveis de controle.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License