SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue3Natural infection by Trypanosoma evansi in dogsGirdling and ringing of stone fruit trees author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência Rural

On-line version ISSN 1678-4596

Abstract

RIZZON, Luiz Antenor  and  GASPARIN, André Miguel. O carbonato de cálcio na desacidificação do vinho Isabel. Cienc. Rural [online]. 2005, vol.35, n.3, pp. 720-723. ISSN 1678-4596.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782005000300039.

A uva Isabel (Vitis labrusca) é a cultivar de videira mais difundida na Região Vitícola da Serra Gaúcha. Entre outras finalidades, é utilizada para a elaboração de vinho tinto de mesa, o qual, geralmente, apresenta acidez elevada, devido ao teor de ácido tartárico livre. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a influência de diferentes doses de carbonato de cálcio (0,0; 0,5; 1,0; 1,5; 2,0; 2,5 e 3,0 g L-1) na correção da acidez e na composição do vinho Isabel da Serra Gaúcha. O estudo foi realizado na Embrapa Uva e Vinho, em Bento Gonçalves - RS, na safra de 2002. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com sete tratamentos e quatro repetições. As análises dos vinhos, realizadas dez dias após o tratamento, constaram da densidade, álcool, acidez total, acidez volátil, pH, açúcares redutores, extrato seco, extrato seco reduzido, cinzas, densidade ótica a 420, 520 e 620 nm, intensidade de cor e coloração, efetuadas através de métodos físico-químicos. O ácido tartárico foi determinado através da cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). O potássio e o cálcio foram analisados por espectrofotometria de absorção atômica. Além da redução da acidez do vinho Isabel, o carbonato de cálcio interferiu na cor, no extrato seco, nas cinzas e no teor de elementos minerais do vinho Isabel.

Keywords : Vitis labrusca; desacidificação; composição química.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguesepdf in Portuguese