SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue4Epidemiological, clinical, etiological and histopatological evaluation of delayed enzootic ataxia outbreaks in kids and lambsPhenotypic characterization by antibiogram of Escherichia coli strains isolated from handlers, raw milk and "Minas Frescal" cheese samples in a dairy process plant in Goiás, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência Rural

Print version ISSN 0103-8478

Abstract

LEOMIL NETO, Moacir et al. O carvedilol no tecido conjuntivo cardíaco de ratos durante o desenvolvimento da hipertrofia miocárdica concêntrica. Cienc. Rural [online]. 2006, vol.36, n.4, pp. 1214-1220. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782006000400026.

A estimulação catecolaminérgica precoce e excessiva do coração, que ocorre na insuficiência cardíaca congestiva, acentua a sobrecarga de pressão e o volume nos ventrículos, agravando, conseqüentemente, a isquemia miocárdica, causando morte de miócitos com deposição de tecido conjuntivo e progressiva redução do débito cardíaco. O carvedilol, um b e a1-bloqueador não cardio-seletivo, vem sendo associado a melhorias na função miocárdica e à regressão da hipertrofia ventricular esquerda. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a ação do carvedilol em ratos submetidos a um modelo experimental de hipertrofia miocárdica por sobrecarga de pressão, por meio da coartação da aorta subdiafragmática. Ratos Wistar (65 animais) foram divididos em quatro grupos: não coartados/tratados com placebo, coartados/tratados com placebo, coartados/tratados com 0,1mg kg-1 de carvedilol e coartados/tratados com 1mg kg-1 de carvedilol. Após o procedimento cirúrgico e 20 dias de tratamento, os animais foram submetidos à eutanásia e coletados fragmentos que, depois de fixados em formol a 10% e processados pela técnica histológica convencional utilizando coloração picrossirius, permitiram contagem de tecido conjuntivo nos ventrículos esquerdo e direito. Resultados: nos animais coartados/tratados com placebo, houve aumento na porcentagem de tecido conjuntivo nos ventrículos esquerdo e direito; nos coartados/tratados com 0,1mg kg-1 de carvedilol, houve uma redução parcial da quantidade de tecido colágeno do ventrículo esquerdo e direito, e, nos coartados/tratados com 1mg kg-1 de carvedilol, houve uma redução significativa na quantidade de tecido colágeno do ventrículo esquerdo.

Keywords : carvedilol; hipertrofia miocárdica; ratos; coartação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese