SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 número5Aspectos fisiopatológicos da retenção de ovos em Jabutipiranga (Geochelone carbonaria Spix, 1824)Infertilidade associada a defeito microtubular dos espermatozóides de jumento (Equus asinus) avaliados por microscopia eletrônica de transmissão índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Ciência Rural

versão impressa ISSN 0103-8478

Resumo

SANTOS, Rodrigo Marques dos et al. Nitrogênio super resfriado por vácuo melhora a capacidade de desenvolvimento de oócitos bovinos após vitrificação. Cienc. Rural [online]. 2006, vol.36, n.5, pp. 1501-1506. ISSN 0103-8478.  http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782006000500024.

O objetivo deste estudo foi determinar o efeito do nitrogênio liquido super resfriado por vácuo no desenvolvimento, após reaquecimento, de oócitos bovinos vitrificados imaturos ou maturados. O nitrogênio líquido foi mantido em atmosfera normal ou submetido ao vácuo (300mm Hg por 45s) este último reduzindo a temperatura do nitrogênio para -200°C. Oócitos parcialmente desnudos foram vitrificados logo após a seleção (estádio de vesícula germinativa; VG), ou após 22 horas de maturação (metáfase II; MII) em meio TCM 199 + 10% de soro de égua em estro. Para a vitrificação, os oócitos foram inicialmente expostos a uma solução intermediária (10% EG + 10% DMSO) por 30s e a seguir a uma solução de vitrificação (20% EG + 20% DMSO + 0,5M sacarose) por 20s. Grupos de 3 ou 4 oócitos foram envasados em palhetas estiradas e abertas e mergulhados no nitrogênio líquido. Os oócitos foram então reaquecidos por exposição ao ar (25°C) por 4s, seguido de exposição a concentrações decrescentes de sacarose (0,3 e 0,15M - 5 minutos cada). A fecundação (dia 0) foi realizada com 2 x 106 espermatozóides mL-1 (selecionados por "swim-up") e incubação por 18 a 22 horas. Os presumíveis zigotos foram cultivados a 39°C, em placas de quatro poços, com meio SOFaaci, com 5% de CO2 e umidade saturada. As taxas de clivagem (Dia 2) e de blastocistos (Dia 8) obtidas foram de 33,9 e de 4,2%, respectivamente, para oócitos no estágio de VG / pressão normal, de 41,2 e 8,8% para oócitos VG / vácuo, 43,5 e 6,7% para oócitos MII / pressão normal e de de 53,6 e 10,6% para oócitos MII / vácuo. Conclui-se que o emprego de nitrogênio líquido super resfriado pelo vácuo melhora as taxas de desenvolvimento de oócitos bovinos após a vitrificação.

Palavras-chave : vitrificação; criopreservação; oócitos; bovino; vácuo.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês